Quanto Vale o Seu Produto Para o Cliente? – Diferença entre Valor e Preço

Entender a diferença entre valor e preço é essencial para se posicionar no mercado e ter seu trabalho valorizado.

Você tem um trabalhão para produzir um produto ou prestar um serviço e na hora de vender as pessoas acham caro?

Ou pegou algum produto top para vender e acaba não tendo muito lucro pois o cliente quer sempre um “precinho especial”?

Muitas empreendedoras passam por isso ao começar um negócio em casa e muitas vezes ficam frustradas e desanimadas quando o cliente acha o seu produto ou serviço caro.

O que acontece é que muitas empreendedoras se esquecem de se colocar no lugar do cliente e entender se aquele produto tem valor para ele.

Para fazer isso, basta entender um conceito bem simples, a diferença entre valor e preço: preço é o que o cliente paga, valor é o que o cliente recebe.

Você já deve ter ouvido alguém dizer: “Eu paguei o preço x por esse produto, mas vale muito mais!”

Isso quer dizer que aquele produto teve um valor enorme para aquele cliente, que com certeza vai se tornar um cliente fiel, pois sabe que vai levar muito mais do que pagou.

Mas você pode estar pensando: “Ok, mas eu sempre entrego mais do que prometo e mesmo assim meu cliente acha caro.”

Aí está o detalhe: o valor é muito subjetivo, ou seja, varia de pessoa para pessoa.

O que pode ter valor para mim, pode não ter para você.

Exemplo da Diferença entre Valor e Preço

Existem dois salões de beleza no mesmo bairro.

Um fica dentro de um Shopping Center, com ar condicionado, serve café e biscoitos enquanto a cliente espera para ser atendida e tem ótimos profissionais.

O outro fica em loja de rua, o café fica em uma garrafa térmica e não é dos melhores, o ar condicionado funciona precariamente, mas tem bons profissionais que atendem rápido e bem.

No primeiro salão os preços são o dobro do outro, mas ambos tem uma clientela fiel.

Você já viu algo parecido, não é mesmo?

A conclusão disso é que o primeiro salão foi idealizado para um determinado tipo de cliente, que dá valor a um atendimento mais “VIP” e pode pagar por isso.

Já o segundo, foi idealizado para a cliente que não se importa com esses detalhes e só quer passar pouco tempo dentro do salão, ter um corte de cabelo bem feito e com um preço acessível.

Se esta segunda cliente entrar no primeiro salão vai achar caro, pois todo aquele ambiente não tem valor para ela. Ela quer entrar no salão e cortar seu cabelo por um preço que caiba no seu bolso e ir embora.

E isso vale para qualquer tipo de serviço e produto também. O seu valor tem que ser percebido pelo cliente e não por você.

Tudo vai depender do seu posicionamento no mercado, de qual cliente você quer atender.

Por isso o seu produto ou serviço tem que ser criado pensando em um cliente específico, uma persona, e é muito importante você entender tudo sobre esta persona.

Muitas pessoas cometem o erro pensar em um produto e depois ir atrás do cliente, mas deve ser o contrário.

Você deve pensar em um cliente ideal, detalhar tudo sobre ele (idade, região, faixa de renda), entender suas dores e necessidades, e depois sim criar ou encontrar um produto ou serviço que possa atendê-lo.

Se você faz produtos artesanais, pense no que o seu cliente ideal gosta e não economiza para ter em sua casa.

Se você produz alimentos, pense no que o seu cliente ideal mais valoriza em um alimento (ingredientes selecionados, produtos orgânicos, aparência, etc.)

No caso dos serviços, pense em qual é o diferencial que o seu cliente gostaria de ver em um serviço.

Como empreendedora digital, não posso deixar de mencionar os produtos digitais, por isso se você for criar um curso em vídeo ou ebook, pense sempre no seu público alvo e qual é a dor dele e entregue a solução.

Existem várias formas de agregar valor a um produto ou serviço:

  • Através de atendimento “VIP” ou personalizado;
  • Utilizando matéria-prima de mais qualidade;
  • Entregando bônus ou brindes;
  • Entregando conteúdo gratuito na Internet (não só para produtores digitais, mas muitas marcas já usam as redes sociais para entregar conteúdo informativo e educativo sobre o seu produto ou serviço);
  • Apoio a causas beneficentes,
  • Entre outras.

Concluindo, podemos dizer que você pode colocar o preço que desejar no seu produto ou serviço, desde que você saiba para quem está vendendo e este valor seja percebido pelo cliente.

Lembre-se que se você colocar um preço alto, pensando que o seu produto tem muito valor, mas este valor não for percebido pelo cliente, vai ser muito difícil de você vender e se vender, provavelmente será a primeira e última vez.

O segredo para aumentar a sua clientela é gerar valor para ela, então ela própria vai te recomendar para outros e será sempre fiel aos seus produtos ou serviços.

Resumo:

O preço do seu produto dependerá dos seguintes fatores:

  • Quem é o seu cliente ideal (idade, região, faixa de renda).

  • Qual é a dor e necessidade do seu cliente.

  • Qual é o seu diferencial ao entregar a solução ou responder à necessidade do seu cliente.

  • Se o seu cliente está disposto a pagar por isso. (Se não estiver, não é o seu cliente ideal.)

 

Se tudo o que eu disse aqui fez algum sentido para você, mas você ainda precisa de mais ajuda para aprender a valorizar melhor o seu trabalho e até mesmo a alavancar o seu negócio, recomendo que acesse este material AQUI, que já ajudou muitas mulheres a tirarem suas ideias do papel e a fazerem seu negócio crescer se posicionando no mercado de uma maneira estratégica.

SAIBA MAIS SOBRE COMO VALORIZAR O SEU TRABALHO E ALAVANCAR O SEU NEGÓCIO.

Antes de me despedir, eu quero muito saber se este artigo te ajudou de alguma forma, então pode me contar aí nos comentários. ?

Recomende também para suas amigas, é só clicar nas redes sociais aqui embaixo.

Tchau, tchau, fique com Deus e até o próximo post!

 

Sobre o autor | Website

Sou Bruna Medeiros, Empreendedora Digital, Esposa e Mãe de um rapazinho de 6 anos. Descobri no Empreendedorismo Digital uma maneira de conciliar minha vida profissional com a maternidade e agora quero te ajudar a fazer o mesmo.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!